Regresso ao escritório: como é que a refeições podem reforçar a união das equipas

Na época pré-Covid, muitas das empresas em Portugal começaram a adotar estratégias de benefícios para os trabalhadores e de melhoria de qualidade de vida no próprio escritório. Estes benefícios tinham várias dimensões: fornecimento de refeições, sessões de meditação e de relaxamento, atividades desportivas, sessões formativas, atividades de team-building, entre outras. Porém, no início de Março, o Covid-19 atingiu Portugal e, como tal, as empresas. Por consequência, os escritórios foram encerrados, tal como os benefícios extra que forneciam aos seus trabalhadores.


Oferecer benefícios às empresas melhora o bem-estar dos colaboradores



Desde o início da pandemia, as empresas viram-se obrigadas a alterar as circunstâncias de trabalho e passaram a adotar regimes de trabalho remoto, realizando as suas atividades em casa e longe dos escritórios. Este tipo de regime alterou a forma como as pessoas estavam habituadas a trabalhar, levando muitas vezes a casos de muito baixa produtividade ou por outro lado, de excessiva produtividade, com overworking. Em ambas as situações, a alimentação alterou-se, em comparação com o “antigo normal”.


Nos casos de baixa produtividade, a alimentação diária viu-se alterada pela adoção de piores hábitos alimentares, visto ser associada ao excesso de “pausas” no trabalho. Ora, se o primeiro pensamento quando se tem pouca vontade de trabalhar, é de fazer pausas para “comer qualquer coisa”, à partida o trabalhador irá comer mais e pior do que o normal. Por outro lado, no regime de overworking, provavelmente o trabalhador revê-se em épocas em que come pouco e ingere “qualquer coisa rápida”, que muitas vezes acaba por ser algo mais calórico e em regime de fast food, recorrentemente encomendado de fora, levando-o a gastar mais dinheiro do que provavelmente gastaria no escritório.


Com o trabalho remoto, as pessoas alteraram os seus hábitos alimentares



Segundo um estudo realizado pela Landing.jobs e pela Revista Pessoas, mais de 50% dos trabalhadores referem sentir falta de estar com os colegas. Este dado pode ser caracterizado pela perda de momentos de convívio, como são os momentos das refeições, uma vez que em quarentena, deixou de haver espaço para almoços entre colegas. Estes são importantes essencialmente por serem uma “ferramenta” recorrente de team-building cuja principal vantagem é exatamente a de estabelecimento de boas relações entre colegas.


Para as empresas, este momento de reunião é essencial pois a boa relação entre trabalhadores, aumenta a boa disposição e com ela a vontade de trabalhar e de lutar pela missão da empresa. A cultura da empresa trabalha-se em diversas dimensões, no entanto não há dúvidas que o contacto humano entre equipas, durante as pausas do dia de trabalho, é chave para criar equipas unidas e capazes de atingir objetivos.


O contacto humano entre equipas é chave para criar equipas unidas



Há uns anos, empresas como a Google, LinkedIn e Facebook lançaram a moda de investir em benefícios para os colaboradores. Um dos mais frequentes são os almoços, pequenos almoços e snacks no escritório, que cada vez mais empresas, também em Portugal, começaram a adotar.

E porquê? Diversos motivos:


  1. Disponibilizar snacks e opções alimentares no escritório torna-o mais confortável;

  2. Ao promover uma alimentação mais saudável, as empresas potenciam a saúde dos seus colaboradores e, consequentemente, a produtividade;

  3. Evita que os colaboradores tenham que sair do escritório em busca de refeições nas suas pausas;

  4. Benefícios deste género faz com que os colaboradores se sintam mais valorizados, apoiados e motivados para trabalhar, ajudando a empresa a manter objetivos;

  5. (e possivelmente a mais importante) É nas refeições e nas pausas que grande parte da conexão pessoal entre as equipas é formada!


Fornecer alimentação no trabalho faz com que os colaboradores se sintam valorizados



O que será do futuro dos escritórios, no que concerne a alimentação, agora que os trabalhadores estão a começar a retomar ao “normal”?

Muitas empresas estão a adotar estratégias de turnos nos espaços, passando uma parte do tempo de trabalho em casa e outra no escritório. Talvez esta estratégia de equilíbrio entre trabalho no escritório e em casa seja o novo "normal". Se assim for, os escritórios irão assumir ainda mais este papel de servirem para a criação de ligações entre equipas, sendo zonas confortáveis onde os colaboradores se sentem bem a trabalhar.


Assim sendo, a tendência dos espaços de refeições partilhados assumirem cada vez mais um papel central nas empresas irá manter-se (ou até acentuar) e os benefícios relacionados com a alimentação serão essenciais para continuar a construir relações pessoais.

As empresas estão a arranjar novas estratégias para lidar com a situação atual



Que tipo de iniciativas é que as empresas podem adoptar nesta fase de transição?

Nestes casos, as empresas estão a adotar estratégias de almoços em turnos, de modo a evitar excesso de pessoas nos espaços de refeição. Ao mesmo tempo, provavelmente vão adotar regimes de almoços mais rápidos, de maneira a facilitar a passagem por estes turnos. Por outro lado, há empresas que ainda não vão abrir os escritórios, e vão manter o trabalho remoto.


Em ambos os casos, como podem as empresas continuar a fomentar o convívio entre os seus colaboradores, mesmo neste período de transição? Temos algumas sugestões:

  • Disponibilizar algumas refeições no horário de trabalho como potenciador destes momentos de partilha. Sejam snacks, pequenos almoços ou refeições - facilitarão o dia dos colaboradores, não tendo que sair da empresa em busca de soluções e criam momentos relaxantes. Podem ser implementados ora em casa ora no escritório para que todos tenham um benefício similar - (inúmeros serviços com entregas em casa permitem criar parcerias de forma a chegar a casa dos colaboradores).

  • Escolher lunchboxes como alternativa para almoço, corretamente higienizados e que facilitem o almoço em equipa de modo a possibilitar team-building e relação entre trabalhadores. Apesar do catering tradicional e buffets ser pouco recomendado nesta altura, soluções como lunchboxes podem servir bem o propósito de organizar almoços entre equipas de forma simples e segura;

  • Reorganizar o espaço para refeições de forma a que se torne mais amplo no escritório, de modo a garantir a distância de segurança, e favorecer atividades conjuntas como: pausa para lanches ou almoço, pausa para café ou até mesmo só falar um bocado para contar as novidades;

  • Substituir snacks em recipientes comuns por pacotes individuais - desta forma pode-se manter o benefício de oferecer alternativas, que sendo embaladas individualmente, garantem uma maior higiene.

  • Privilegiar e promover a alimentação saudável, uma vez que esta apresenta uma relação positiva nos níveis de bem-estar e produtividade;

  • Partilhar newsletters e informações em relação a alimentação e nutrição, uma vez que é um assunto considerado cada vez mais interessante para toda a gente, demonstrando interesse por parte da empresa em oferecer serviços de saúde aos seus colaboradores.

Gostava de encontrar soluções simples de implementar no seu escritório? Conte connosco para ajudar. Contacte-nos através do e-mail: team@detox-inabox.com


Saiba mais em: www.detox-inabox.com

0 visualização

Levamos smoothies ao teu escritório/casa!

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Instagram Icon