Buscar
  • Detox in a Box

Energia: como obter de uma forma 100% eficaz e saudável

Atualizado: Set 16

A energia é fundamental para nos sentirmos bem e fazermos as atividades diárias de forma eficaz. Toda a gente precisa de energia, não há quem escape. Mas será que sabem como a obter da melhor forma? Aqui vamos explicar como é produzida a energia, de onde provém e de que alimentos a podemos obter da melhor forma. Atenção: vem daí uma explicação mais científica!


Como é feita a formação de energia no nosso corpo?


A formação de energia é feita através nas das mitocôndrias, que são organelos que se encontram no interior das células, responsáveis pela formação de energia. Para formar energia, a mitocôndria precisa de substratos tais como a glicose, a estrutura mais básica dos hidratos de carbono, e ácidos gordos, a estrutura mais básica da gordura. É esta a razão pela qual a alimentação é fundamental para a formação de energia.


Porém, é necessário que esta alimentação seja equilibrada e balanceada, pelo que não convém ter uma alimentação cheia de gorduras e açúcares. Por exemplo, o açúcar branco é composto por glicose, o que não significa que seja uma energia boa para o organismo. A glicose deve ser obtida principalmente dos hidratos de carbono complexos e não dos simples.


Quanto mais simples for um hidrato de carbono (doces, açúcar de mesa, farinhas refinadas, refrigerantes, entre outros), pior a qualidade da energia. Os açúcares simples fazem com que ocorra um pico de glicose no sangue, “inundando” as mitocôndrias de glicose, havendo um real aumento de energia logo a seguir à ingestão. No entanto, a glicose em excesso necessita de insulina para ser retirada do sangue e entrar nas células. Por haver um excesso de açúcar (glicose) no sangue, ocorre uma larga produção de insulina no pâncreas, gastando ainda mais energia do que a produzida inicialmente. Logo, toda a energia que foi produzida pelas mitocôndrias logo após a ingestão, é gasta nesta produção de insulina. Além disso, este excesso de glicose vai maioritariamente ser armazenado em forma de gordura, por isso não é utilizada para a formação de energia. Para além disso provocam outros tipos de doenças e problemas.


Que alimentos são importantes para obter energia saudável?


A energia em forma de glicose que deve ser consumida é dos hidratos de carbono complexos, como por exemplo os cereais integrais (arroz integral, centeio, cevada), frutas, hortícolas. Dessa forma a glicose não sobe de forma abrupta e é absorvida pelas células de uma forma mais faseada. Para prolongar esta absorção, também é importante a ingestão de fibra, uma vez que atrasa a libertação de glicose na corrente sanguínea. Neste sentido, facilita durante mais tempo a absorção de glicose, mantendo níveis de energia mais constantes e prolongando a saciedade.




A energia em forma de ácidos gordos deve vir de gordura saudável, como por exemplo o coco. Este, apesar de ter gordura saturada, também é rico em ácido láurico, muito bem tolerado pelas mitocôndrias, por ser um ácido gordo de cadeia média e ser ao mesmo tempo uma gordura rápida (mas não em quantidades elevadas). Outras gorduras excelentes também são azeite e o abacate.





As mitocôndrias precisam de glicose e ácidos gordos para ter energia, portanto a nutrição funciona neste processo para otimização de energia, tendo a capacidade de levar as mitocôndrias à máxima potencia para que a produção de energia seja o mais eficiente possível.

Outros nutrientes importantes na obtenção de energia


COENZIMA Q10


O processo de transformação de glicose ou ácidos gordos em energia, necessita de vários outros nutrientes. O principal nutriente necessário é a coenzima Q10, uma vez que sem ela o processo de formação de energia não é eficiente. Quando não existe este nutriente em quantidades suficientes, é normal sentir fadiga mental, perda de raciocínio e perda de concentração, uma vez que grande maioria das mitocôndrias se encontram no cérebro. Ao mesmo tempo, as mitocôndrias também se encontram em grande quantidade nos músculos, por isso quem tem deficiência neste nutriente, é normal que se sinta com fadiga muscular.


Os alimentos que contêm a coenzima Q10 são os seguintes: frutos secos (nozes, amêndoas, etc.), os espinafres e os brócolos. É esta uma das razões pela qual na Detox in a Box costumamos colocar espinafres nos smoothies Energy Boost.




VITAMINAS

Também são importantes todas as vitaminas do complexo B. A vitamina B3 é fundamental para transformar a gordura em energia e pode ser encontrada especialmente no peixe. A vitamina B2 é essencial para a transformar a glicose em energia e pode ser encontrada especialmente nos vegetais de folhas verde escuras, carne, peixe e leite. A vitamina B9 (também chamada de ácido fólico) é essencial para a formação da mitocôndria, e pode ser encontrado na folhas verde escuras. A vitamina B12, importante para a formação celular, pode ser encontrada em alimentos animais, uma vez que esta não se encontra em alimentos vegetais.





MINERAIS

Também são importantes minerais, para que a mitocôndria funcione corretamente. O cobre pode ser encontrado nos brócolos, cacau, aveia, amendoim, lentilhas. O zinco pode ser encontrado nas ostras, carne, sementes e frutos secos. O magnésio, existe nos vegetais de folhas verde escura, frutos oleaginosos, cacau, cereais integrais e sementes. O ferro, existe na carne, ovos, feijão, grão de bico, lentilhas, ervilhas, couve portuguesa e espinafres. O ferro é essencial que se mantenha em níveis normais, porque é essencial para a mitocôndria, uma vez que é bastante fácil atingir estados de anemia e a mitocôndria é o primeiro local onde se sente a falta de ferro, levando a maior cansaço.


Os minerais têm extrema importância na proteção das mitocôndrias uma vez que estas são bastante sensíveis ao stress oxidativo. Por isso mesmo, mais uma razão para ser fundamental uma alimentação equilibrada. De outra forma as mitocôndrias ficam expostas aos radicais livres, impedindo que estas produzam energia. Por essa razão, costumamos colocar pelo menos 2 frutas e legumes ricos em antioxidantes nos smoothies, para garantir a proteção das mitocôndrias.


Diferença entre alimentos energéticos e alimentos estimulantes


Os alimentos energéticos são todos estes alimentos que atuam para a formação e proteção de energia na mitocôndria, como os alimentos ricos e hidratos de carbono complexos, em ácidos gordos saudáveis, vitaminas, minerais e antioxidantes

Os alimentos estimulantes não atuam na mitocôndria. São exemplo o café, chá verde, gengibre, ginseng, guaraná. Os alimentos estimulantes atuam na aceleração do metabolismo celular, fazendo com as células sejam estimuladas, oferecendo sensação de energia. Porém, é uma energia aparente, uma vez que só oferecem a sensação de energia. Ao exagerar nestes compostos, aceleram ainda mais o metabolismo, tendo uma queda de energia porque as mitocôndrias não conseguem igualar este gasto de energia. Por esta razão devem-se escolher alimentos que tenham ambas as funções de energia e estimulação, como o gengibre e o ginseng ou tomar estes alimentos estimulantes em equilíbrio, balanceando por exemplo a toma de café com alimentos antioxidantes, para que haja boost de energia que o café oferece mas que as mitocôndrias consigam equilibrar.



Aqui explicámos um bocado a importância da energia e como pode ser obtida através da alimentação. O nosso Energy Boost tem todos os ingredientes fantásticos para potenciar uma energia boa e saudável e de onde podemos tirar o máximo partido do nosso melhor talento.


Gostava de encontrar soluções simples para ser mais saudável no seu escritório ou em casa? Conte connosco para ajudar. Contacte-nos através do e-mail: team@detox-inabox.com

Saiba mais em: www.detox-inabox.com

10 visualizações

Levamos smoothies ao teu escritório/casa!

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Instagram Icon

supported by: